A dor revela um propósito

Você quer ser um cristão maduro? Certamente que sim, certamente quer se parecer mais com o Senhor Jesus, pois nisto consiste nossa maturidade espiritual.

Compreenda então que o sofrimento não é em vão, que a dor revela um propósito. Ninguém cresce, fica maduro sorrindo. Crescemos na dificuldade. Podemos estar sofrendo por nossas escolhas erradas ou de outras pessoas, podemos sofrer por disciplina de Deus. Independente de qualquer origem, Nosso Deus traz crescimento e tratamento, revela um propósito em meio à dor. Nosso caráter não é moldado em tempos de calmaria. Mas o Senhor traz frutos de justiça e paz em meio à dificuldade.

Mesmo quando estamos vivendo consequências de escolhas erradas, o tratamento de Deus produz benção. Não podemos mudar o passado e Deus nos disciplina, mas ainda assim, havendo arrependimento genuíno, traz justiça e paz, haverá fruto!

“Mas Deus nos disciplina para o nosso bem, para que participemos da sua santidade. Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados”. Hebreus 12.10b-11

Como seres humanos frágeis e cheios de emoções, sabemos que não é fácil glorificar a Deus em meio ao sofrimento, em meio a dor. Em muitas situações, isso pareceria até incoerente. Nos alegrar por passar por um acidente de carro, por exemplo, nos alegrar por ficar doente.

Mas glorificar a Deus nestas horas é: Não murmurar, saber que Deus não perdeu o controle da situação e que no final haverá frutos de justiça e paz! O cristão sabe que no “mundo terá aflição, mas Cristo venceu o mundo”

“Se algum de vocês sofre, que não seja como assassino, ladrão, criminoso ou como quem se intromete em negócios alheios. Contudo, se sofre como cristão, não se envergonhe, mas glorifique a Deus por meio desse nome”. 1 Pedro 4.15-16

qual o propÓsito da dor?

1) ensinar maturidade e perseverança: não cresceremos em momentos de lazer. Necessitamos de provação, que traz perseverança. Vemos na Palavra de Deus que sofrer deve ser motivo de alegria, pois Deus promete não deixar faltar coisa alguma e produzir em nós maturidade. A questão é que, no processo, nos esquecemo desta promessa e perdemos de nos tornar maduros, de receber a ação completa.

“Meus irmãos considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma”.

Tiago 1.2-4

A vida cristã é cheia de caminhos de perseverança. Muitas vezes Deus não nos revela as lutas, só nos revela durante a caminhada, pois não daríamos conta. Mas Ele sempre está conosco, como esteve com José em toda sua trajetória. O plano de Deus para José (Gênesis 37-50) não era o sofrimento, era a salvação de toda a sua família e José foi fiel e perseverante.

José foi muito testado, mas não cedeu. Assim é conosco e satanás sopra em nossa mente para desistirmos, para revidarmos. Mas perseverar em meio à luta, à injustiça, nos amadurece, cumpre o propósito de Deus.

2) consolar outras pessoas

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, que nos consola em todas as nossas tribulações, para que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações”. 2 Coríntios 1.3-4

Quando passamos pela dor, o Santo Espírito nos consola e a experiência de consolo com o Ele é usada com outras pessoas. Ninguém sabe melhor do que você a dor que você passou. O Senhor usa nossas experiências para encorajar outros. Consolar pessoas com o consolo que Ele nos dá.

O Senhor não desperdiça nenhuma dor. Jó é um grande exemplo de lutas. Ele foi considerado irrepreensível para Deus e mesmo assim passou por terríveis provas. Foi provado na área financeira, familiar e da saúde. Chegou até amaldiçoar o dia do seu nascimento. Seus amigos o consolaram uma semana, mas depois o julgaram. O consolo veio do Senhor. E ele foi restaurado. A prova não é para sempre! Jó disse: “eu sei em quem eu tenho crido”. O Senhor operou e restaurou. Depois disso, Deus pediu que ele orasse por seus amigos. Consolou os amigos.

3) ver se sua fé é verdadeira:

“Nisso vocês exultam, ainda que agora, por um pouco de tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação. Assim acontece para que fique comprovado que a que vocês têm, muito mais valiosa do que o ouro que perece, mesmo que refinado pelo fogo, é genuína e resultará em louvor, glória e honra, quando Jesus Cristo for revelado”. 1 Pedro 1.6-7

Existem “ladrões” da nossa fé e, em tempos de tribulação e dor, eles aparecem com mais evidência. Necessitamos resistir. O medo, a dúvida, a insegurança são “ladrões” da nossa fé. A preocupação com o momento da dor, o foco no problema, roubam nossa fé.

Um gera o outro e tudo gera mais sofrimento. Não confiamos que o Senhor está no controle e não descansamos. Tudo isso rouba nossa fé.

Nossa fé será testada em meio à dor, Cristo nos disse que seria assim, fiquemos firmes, pois nossa fé resultará em louvor, glória e honra quando Cristo for revelado. Estaremos crescendo com Deus quando resistirmos.

4) se parecer mais com jesus

“Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos”. Romanos 8.29

Quem quer um relacionamento com Deus para só ter paz não compreendeu a vida cristã. Deus nos levará sempre a um caminho que nos transformará a ter o caráter de Cristo. Isso implicará sofrimento, precisaremos ser tratados, curados em muitas áreas para que isso aconteça.

Cristo nos promete vida plena (João 10.10b), mas a vida abundante é a capacidade de lidar com os problemas de forma serena, com paz no coração. A vida plena é a forma de lidar com a dor, com a situação, SEM DESISTIR DAS PESSOAS, DA IGREJA. Quanto mais amadurecidos, mais somos aliviados na área e vêm outras. Isso é se parecer com Jesus!

Prática da vida cristã= se parecer com Cristo!

Ele sofreu, nós sofreremos, Ele venceu, nós venceremos também!

“De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos. Trazemos sempre em nosso corpo o morrer de Jesus, para que a vida de Jesus também seja revelada em nosso corpo”.

2 Coríntios 4.8-10

Pastor: Jefferson Borges

Data: 02/10/2019

SOBRE NÓS

A Nova Igreja Batista (NIB) do Paraná em Cascavel é uma igreja  para toda a família, que acredita na alegria de ser cristão e no prazer de compartilhar essa alegria com outras pessoas, para que recebam a Palavra de Deus, amor e salvação em Cristo. 

Dízimos e Ofertas

Banco do Brasil

Ag. 4693-0  |  Conta 12508-3

Sicoob

Ag. 4370-2  |  Conta 26490-3

Cnpj: 08.683.688/0001-63

(45) 3035-4190 / 99935-2261 (VIVO)

Rua Carlos de Carvalho, 3289  

Centro (Esquina com Rua Santa Catarina) - CEP 85801-130

Cascavel – Paraná – Brasil

nibpr@hotmail.com

  • Grey Facebook Icon
  • Cinza ícone do YouTube

© 2018 por Nova Igreja Batista do Paraná.