Aprendendo com a Crise

Saiba lidar e aprender com as crises!

Todas as vezes em que a Igreja de Cristo passou por crises ao longo da história, Deus agiu para deixá-la mais forte. A verdade é que a nossa fé apenas é exercitada quando somos provados, quando os problemas aparecem, e quando temos batalhas para travar.

As crises podem surgir por ca


usa das pessoas, que causam problemas a elas mesmas, tal como vemos nas histórias de Jonas e Sansão, por exemplo. Pode ser, também, que as crises surjam por causa de outras pessoas, como na história de José, que foi vendido por seus irmãos e passou por tantas dificuldades até ser elevado a um dos postos mais altos do Egito. As adversidades podem, ainda, surgir pela própria natureza complexa que nossas vidas têm, uma vez que estamos sujeitos às mais variadas situações incontroláveis por nossas próprias forças: catástrofes, enchentes ou uma pandemia.

Mas, por que Deus permite tantos problemas, provações e adversidades?

1. Para proporcionar maturidade e caráter a nós – Romanos 5:3,4: “Não só isso, mas também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança.”

Deus nos aceita independentemente da maneira em que nos encontremos, mas ele não admite que continuemos imutáveis depois que ele entra em nossas vidas. Ele desejará executar em nós uma mudança completa de caráter, para que nos pareçamos mais com ele. É por meio dos processos que ele começa uma obra de transformação em nós. Ele está mais interessado no processo do que no nosso conforto. Ele quer nos tirar dessa zona de conforto, desse lugar em que ficamos estagnados e contentados com pouco. Ele quer fazer muito!

Ele deseja gerar em nós esperança, que é sinônimo de confiança, de uma espera sem desespero ou medo. Se temos uma atitude de desespero em relação às circunstâncias, isso mostrará que não confiamos nele completamente.

A obre de Deus é uma obra de esperança, de aperfeiçoamento de caráter e maturidade! Precisamos nos alegrar no fato de passarmos por provações: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma. – Tiago 1:2-4.

Quer mais um exemplo? Em Marcos 4, Jesus envia seus discípulos a uma tempestade. Enquanto eles estavam completamente apavorados por causa dos ventos fortes e das grandes ondas, Jesus dormia no barco! É esse o nível de confiança que ele nos ensina a ter: saber que pode haver uma grande tempestade à nossa volta, mas que o nosso Deus está no mais absoluto controle.


2. Para desenvolvermos uma fé verdadeira – 1 Pedro 1:6,7: “Nisso vocês exultam, ainda que agora, por um pouco de tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação. Assim acontece para que fique comprovado que a fé que vocês têm, muito mais valiosa do que o ouro que perece, mesmo que refinado pelo fogo, é genuína e resultará em louvor, glória e honra, quando Jesus Cristo for revelado.”

A nossa fé é testada na hora da crise. Se não temos provações para vencer, ficaremos no mesmo lugar e nossa fé ficará estagnada, podendo até mesmo se enfraquecer. Deus quer trazer a certeza em nossos corações de que temos uma fé genuína. Ele promete que seremos mais do que vencedores por meio daquele que nos amou, independentemente das circunstâncias que venham a aparecer.

Uma fé firme resultará na plena consciência de que não precisamos ficar desesperados. Fazemos nossa parte, ao mesmo tempo em que descansamos em Deus. É claro que não seremos negligentes. Tomemos a pandemia como exemplo: não podemos simplesmente abandonar as boas condutas de higiene e distanciamento e esperar que fique tudo bem. Fazemos nossa parte, e, em conjunto com isso, sabemos que Deus fará a boa, perfeita e agradável vontade dele.

O texto de 1 João 4:18 nos diz o seguinte: “No amor não há medo; pelo contrário o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo. Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor”. Diante disso, reflita: do que você tem medo? Como Deus pode agir em sua vida para que você seja uma pessoa mais aperfeiçoada no amor do Pai?

Se duvidamos do amor e do controle de Deus, entramos em pânico e cedemos ao medo. Não é essa a vontade do Senhor! Ele só opera através da fé.

Você está pronto para encarar as adversidades como bençãos de Deus, em vez de se prender à murmuração e ao medo?


Pr. Jefferson Borges

Data: 22/03/2020


SOBRE NÓS

A Nova Igreja Batista (NIB) do Paraná em Cascavel é uma igreja  para toda a família, que acredita na alegria de ser cristão e no prazer de compartilhar essa alegria com outras pessoas, para que recebam a Palavra de Deus, amor e salvação em Cristo. 

Dízimos e Ofertas

Banco do Brasil

Ag. 4693-0  |  Conta 12508-3

Sicoob

Ag. 4370-2  |  Conta 26490-3

Santander
Ag: 0949 | CC: 13001667-8

Cnpj: 08.683.688/0001-63

(45) 3035-4190 / 99935-2261 (VIVO)

Rua Carlos de Carvalho, 3289  

Centro (Esquina com Rua Santa Catarina) - CEP 85801-130

Cascavel – Paraná – Brasil

nibpr@hotmail.com

  • Grey Facebook Icon
  • Cinza ícone do YouTube

© 2018 por Nova Igreja Batista do Paraná.