O propósito é maior que a dor

Deus tem uma palavra para o cristão que quer se fortalecer, pois é na adversidade que vem o crescimento espiritual.

Quando há dor, há sofrimento, o que significa que algo não está indo bem e Deus quer ajustar isso.

Deus não desperdiça nada; Ele usa nosso sofrimento, nossa adversidade, nosso problema, para gerar em nós um ganho. Deus só permite o mal na nossa vida, aonde Ele possa transformar o mal em bem.

O apóstolo Paulo passou por momentos difíceis na vida e em 2 Coríntios 12, há o relato de que Deus colocou um espinho em sua carne. Paulo orou três vezes pedindo a Deus que o espinho fosse retirado mas isso não aconteceu. Deus respondeu as orações de Paulo: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”. E Paulo então entendeu que: “De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo” (2 Coríntios 12:9).

Paulo comparou a dor com um demônio que o esbofeteava. Mas Deus tinha um propósito com o espinho que havia na carne de Paulo.

Isso não quer dizer que o seu problema sempre permanecerá … cada um tem a sua experiência pessoal com Deus; o que Deus nos ensina no texto é que a graça dele é suficiente e que o poder dele será aperfeiçoado através das experiências difíceis que teremos em nossas vidas.

Deus deixou claro que de alguma forma seremos beneficiados com o problema que surgir; assim é o Reino de Deus. É a forma que Deus entende para gerar crescimento nas pessoas.

Ninguém cresce sorrindo! E esse crescer está relacionado a uma maturidade espiritual.

E então porquê Deus permite esses espinhos:

1. Perseverança:

Romanos 5:3,4: “E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, E a paciência a experiência, e a experiência a esperança”.

A perseverança produz um caráter aprovado e esse produz esperança. A esperança é esperar com confiança, não perder a fé.

Deus quer que os problemas que tivermos, as experiências difíceis, possam gerar perseverança, um caráter aprovado/transformado e esperança.

A questão é que o ser humano não gosta de problemas e busca a Deus justamente para resolvê-los, na esperança de que não venha a passar por eles novamente. E por isso muitas vezes há a frustração.

Para treinar perseverança são necessários obstáculos a serem vencidos. Se não há obstáculos, não há treino para a perseverança.

Deus não quer que nós o amemos apenas para não termos problemas. Deus quer que tenhamos um relacionamento com Ele independente das adversidades. Deus quer treinar seus filhos para que valorizem as bençãos que receberem. Ele quer tratar o nosso coração, moldando nosso caráter para que ele seja aprovado e tenhamos esperança.

Deus valoriza muito o caráter, que está relacionado a nossa personalidade mais nosso temperamento. Devemos nos conhecer e conhecer as pessoas com quem convivemos[1]. O temperamento é algo que já vem conosco no nascimento e que pode ser transformado em áreas de fraqueza; já o caráter não! O caráter é formado a partir do nascimento e se influencia pelo meio em que vivemos, pelas companhias que tivermos, o que pode nos levar a fazer coisas que desagradam a Deus. Treinar a perseverança e moldar nosso caráter são propósitos de Deus para que cada vez mais passemos a nos assemelhar a Jesus Cristo.

João 16:33: Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”.

2. Maturidade:

Tiago 1:2-4: Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma”.

Deus nos colocará em situações em que teremos de demonstrar se temos maturidade ou não. Se já alcançamos a idade do adulto espiritual ou não, se ainda vivemos como recém-nascidos, crianças ou como jovens espirituais[2].

E a demonstração da maturidade ocorrerá justamente frente a adversidades.

Tiago, ao se referir a alegria, não quis se referir apenas ao sorriso, mas a alegria do Senhor, que é uma alegria que independe de circunstâncias, que gera esperança; a certeza de que Deus está no controle e tem um propósito para nossas vidas.

Prova da fé produz perseverança, que é a capacidade de não desistirmos facilmente das coisas.

Muitas vezes estamos no limite da frustração e queremos desistir; então precisamos compreender qual é a vontade de Deus para não desistirmos.

O ser humano aprende pela repetição ou pelo impacto emocional. Quando vivemos uma experiência difícil, Deus sabe que haverá um aprendizado; então Ele permite o sofrimento para gerar em nós maturidade e integridade.

A provação, o sofrimento, a dificuldade, a dor, são necessárias para que a maturidade seja alcançada. Se essas fases são interrompidas, haverá a interrupção do crescimento. Deus dá a benção na hora certa!

3. A sua dor vai consolar alguém:

2 coríntios 1:3,4: Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação; Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus”. Deus usa nossa experiência difícil para consolarmos outras pessoas! Por isso que na Igreja de Cristo há essa relação de interdependência, de comunhão, de cuidado mútuo!

4. A sua fé será provada:

1 Pedro 1:6,7: Nisso vocês exultam, ainda que agora, por um pouco de tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação. Assim acontece para que fique comprovado que a fé que vocês têm, muito mais valiosa do que o ouro que perece, mesmo que refinado pelo fogo, é genuína e resultará em louvor, glória e honra, quando Jesus Cristo for revelado”.

Deus vai testar a sua fé através de um momento difícil. Ele quer que saibamos se nossa fé é verdadeira ou não.

Deus fez isso com os discípulos durante a tempestade narrada no Livro de Marcos, capítulo 4. Os discípulos esqueceram que Jesus havia lhes dito que atravessariam o mar. No meio do caminho veio o teste… e é isso que acontece em nossas vidas … Deus vai querer ver nossa reação. Deus mandou a tempestade, o barco começou a se movimentar e a água a entrar, e Jesus estava dormindo. Deus quer que encaremos a tempestade de forma tranquila, confiando Nele, orando e entregando a Ele. Os discípulos ficaram desesperados, apavorados e foram até Jesus o questionando se nada seria feito. Jesus acalmou o mar e foi ter uma conversa com os discípulos. Ele questionou a fé deles e os advertiu sobre a pequenez da fé que tiveram naquele momento. Deus queria que os próprios discípulos soubessem o quanto eles precisavam crescer. Eles ainda não estavam crendo em Jesus! Eles precisaram sofrer um impacto emocional para crescer! Toda vez que sofremos impacto emocional, aprenderemos e cresceremos espiritualmente.

“Nisso vocês exultam, ainda que agora, por um pouco de tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação” (1 Pedro 1:6)

O que Deus quer é que tenhamos conhecimento da nossa própria fé, e isso será feito através das provações.

5. No sofrimento nos identificamos com Cristo:

2 Coríntios 4:8-10: Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos”.

1 Pedro 4:12: Amados, não estranheis a ardente prova que vem sobre vós para vos tentar, como se coisa estranha vos acontecesse”.

Deus quer que lembremos do sofrimento de Jesus e saibamos que seremos abençoados ao final.

Será a oportunidade de glorificarmos a Deus através de nossas atitudes.


Pr. Jefferson Borges

Data: 23/08/2020

SOBRE NÓS

A Nova Igreja Batista (NIB) do Paraná em Cascavel é uma igreja  para toda a família, que acredita na alegria de ser cristão e no prazer de compartilhar essa alegria com outras pessoas, para que recebam a Palavra de Deus, amor e salvação em Cristo. 

Dízimos e Ofertas

Banco do Brasil

Ag. 4693-0  |  Conta 12508-3

Sicoob

Ag. 4370-2  |  Conta 26490-3

Santander
Ag: 0949 | CC: 13001667-8

Cnpj: 08.683.688/0001-63

(45) 3035-4190 / 99935-2261 (VIVO)

Rua Carlos de Carvalho, 3289  

Centro (Esquina com Rua Santa Catarina) - CEP 85801-130

Cascavel – Paraná – Brasil

nibpr@hotmail.com

  • Grey Facebook Icon
  • Cinza ícone do YouTube

© 2018 por Nova Igreja Batista do Paraná.