Quando o Mal Acaba em Benção!

Eu tenho ministrado uma série chamada PESSOAS EXTRAORDINÁRIAS. Já falei do Centurião, de Rute, da mulher Cananéia e hoje vamos falar de outra mulher extraordinária; e você vai sair com princípios de Deus pra sua vida.

E o tema dessa mensagem é sobre Ana e o título é: Quando Um Mal Acaba em Benção. Porque gostamos de histórias com final feliz. E esse final aqui é um final feliz, porque Deus está no comando das coisas. E isso você precisa saber: por mais que você não veja o final ainda, você está vendo tudo conspirando contra você, tudo dando errado, mas, o final da história ainda não chegou! E o Senhor está no controle. E esse tempo, que ficamos ansiosos, querendo resolver logo o problema, faz parte dessa prova de fé. A gente vê isso claramente na bíblia.

A história de Ana está em 1 Samuel, capítulo 1.

Nós vemos histórias semelhantes a esta na bíblia, como a de Abraão e Jacó, que não souberam esperar a promessa de Deus, não souberam esperar para ver o milagre, então, começaram a querer resolver do jeito deles. Mas tudo que acontece de ruim, Deus usa para transformar em benção. O nosso Deus é especialista em fazer esse tipo de coisa.

E aí a gente entra na história de Ana, que foi esposa de Elcana. Elcana casou com Ana e Ana era estéril. E ele fez a mesma coisa que Abraão e Jacó. Casou com Penina e gerou filhos com esta. E essa Penina, então, irritava Ana. Elcana, porém, era omisso, não interferia, permitia a injustiça.

E a gente vê uma Ana pra baixo, triste, mas ela tem uma coisa legal, ela não murmura. Ela não reclama. Deus a deixou estéril, mas você não a vê murmurando contra Deus. Por isso que Deus fez o milagre, e talvez não fizesse em nós. Você está entendendo a diferença de Ana? Muitas vezes nas nossas atitudes, quando a gente quer resolver do nosso jeito e a gente não espera, a gente não confia. Esse é o grande problema. Foi isso que fez o Senhor lembrar de Ana: quando ela orou e fez o voto, a bíblia diz que o Senhor lembrou de Ana.

Então, eu quero te trazer aqui princípios que fizeram Deus lembrar de Ana:


1º Princípio: essa mulher era humilde. Jesus falou que ele vai exaltar os humildes. Toda vez que somos humildes, a gente está se parecendo com Jesus. HUMILDADE é uma capacidade de se submeter aos princípios de Deus. Ana era uma mulher humilde, até diante da omissão do marido. E omissão produz rebelião. Mas Ana não se rebelou, ela foi humilde. E tem promessa pra quem é humilde. Jesus falou: “Bem aventurados os humildes, pois eles receberão a terra por herança”. A humildade se manifesta através da MANSIDÃO, que é a entrega total dos meus direitos a Deus. Ana entrega os direitos para o Senhor. Sabe com quem ela vai conversar? Com Deus! E a bíblia diz que foi Deus que deixou ela estéril! Sabe a conclusão que eu chego nesse texto: que todos nós precisamos de uma Penina na nossa vida, de uma situação que se constitui como uma Penina, que vai extrair de você uma dependência total de Deus. E essa Penina, que Deus permite na nossa vida, é o que vai fazer a gente buscar mais a Deus. Penina foi instrumento de Deus na vida de Ana. E Deus usa essas situações difíceis, como Penina, na nossa vida. A humildade é o topo da maturidade. Quanto mais humildade, mais maturidade espiritual. Quanto mais orgulho, mais imaturidade. É isso que a gente vê na Palavra de Deus. Provérbios 15:13 diz que “O temor do Senhor ensina sabedoria, e a humildade antecede a honra”. A humildade produz honra!


2º Princípio: essa mulher NÃO DESISTE! Ela não desistiu do casamento dela, ela não desistiu de Deus, ela sempre era provocada, continuamente, ano após ano, mas você vê que, sempre quando Elcana saía pra adorar o Senhor, ela estava junto. Por isso que Deus fala pra gente não desistir também e não se cansar de fazer o bem, pois, no tempo próprio, colheremos, se não desanimarmos. Desanimou. Perdeu a fé, a confiança. Deus não vai operar. Sem fé é impossível agradar a Deus, diz a Palavra. E essa mulher não desiste, ela é guerreira, temente a Deus. E aí o diabo veio para dar o cheque-mate nela, porque a fé dela era muito grande. Porque nem o marido com omissão está conseguindo. Nem a outra esposa, a rival dela está conseguindo, agora o inimigo usa o pastor, líder da igreja, o sacerdote, para dar o cheque-mate. Ela está lá orando, mexendo a boca, e o sacerdote Eli, que era um homem com muitas dificuldades na criação dos filhos e na liderança religiosa, olha pra Ana e fala: você está embriagada! Ele julga Ana. O inimigo usa Eli para dar um cheque-mate, ferida final, que ia fazer com que Ana ficasse com raiva de igreja, raiva de Deus. No lugar que ela devia ser acolhida, foi injustiçada, acusada indevidamente por algo que não fez. Mas ela resiste. Você está entendendo porque Ana se tornou uma pessoa extraordinária? Um exemplo para nós! Por isso que Deus a colocou na Palavra, para gente imitá-la. E Ana se defende sem perder o controle, dizendo: “não, não é isso. É que eu estou com uma angústia muito profunda, uma tristeza profunda e eu estou orando, eu estou falando com Deus aqui”. E ela extrai daquele homem, mesmo que na impiedade dele, ela consegue arrancar benção dele. E ele fala: “vá filha, o teu desejo seja feito. Deus te abençoe”. Ela consegue extrair essa benção de Eli, que era um homem que na verdade estava desviado. Quando você fizer o certo diante do Senhor, você arranca benção até daqueles que não estão obedecendo a Deus. E ela, então, tem uma postura de mansidão, de equilíbrio, de domínio próprio; e ela se torna um exemplo pra todos nós. E nesse dia de hoje que você lembre dessa história, que serve para todos nós. Porque nós vamos ser testados, individualmente nessas áreas da nossa vida, mas lembre-se: seja humilde, se submeta ao Senhor. Não desista, continue praticando o bem, fazendo o que é justo, o que é correto. Não desanime. Continue firme, obedecendo, porque você vai colher na hora certa. E busque o Senhor, com todo o coração. Ore, faça o seu propósito, faça um voto; o voto gera um compromisso, é uma aliança, é um acordo que você está fazendo com Deus. Deus vai ser fiel. Seja fiel também. E busque ao Senhor de todo o coração. Ele fala: peça e será dado, busque e encontrarás, bata e será a porta aberta. Isso significa que você precisa ir. Aquela mulher poderia estar em casa reclamando, murmurando, chateada, querer acabar com o casamento, mas ela foi! Ela não deixava de buscar ao Senhor. E Deus é fiel e se manifestou no final. Deus gerou um filho. Ela cumpriu o voto dela: depois que a criança desmamou, ela a levou até o santuário e entregou-a Deus, entregou ao sacerdote Eli. E, Samuel, filho de Ana, foi um dos maiores profetas da bíblia. Deus usou um mal, uma dor, e gerou uma grande benção para o reino de Deus. Para nós vermos o poder de Deus se manifestando, vai precisar ter fé, vai precisar confiar e não se desesperar.


Pastor Jefferson Borges

SOBRE NÓS

A Nova Igreja Batista (NIB) do Paraná em Cascavel é uma igreja  para toda a família, que acredita na alegria de ser cristão e no prazer de compartilhar essa alegria com outras pessoas, para que recebam a Palavra de Deus, amor e salvação em Cristo. 

Dízimos e Ofertas

Banco do Brasil

Ag. 4693-0  |  Conta 12508-3

Sicoob

Ag. 4370-2  |  Conta 26490-3

Santander
Ag: 0949 | CC: 13001667-8

Cnpj: 08.683.688/0001-63

(45) 3035-4190 / 99935-2261 (VIVO)

Rua Carlos de Carvalho, 3289  

Centro (Esquina com Rua Santa Catarina) - CEP 85801-130

Cascavel – Paraná – Brasil

nibpr@hotmail.com

  • Grey Facebook Icon
  • Cinza ícone do YouTube

© 2018 por Nova Igreja Batista do Paraná.