Um culto que Deus não aceita

Updated: Nov 13, 2019

A experiência de Caim

Deus muitas vezes não aceita o nosso culto! Será? Pode acontecer em algumas situações. A Bíblia diz em Gênesis 4:2b-5: “Abel tornou-se pastor de ovelhas, e Caim, agricultor. Passado algum tempo, Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor. Abel, por sua vez, trouxe as partes gordas das primeiras crias do seu rebanho. O Senhor aceitou com agrado Abel e sua oferta, mas não aceitou Caim e sua oferta. Por isso Caim se enfureceu e o seu rosto se transtornou.”

Deus faz questão de falar primeiro de Abel e sua oferta e depois de Caim e sua oferta. Porque o problema não é a oferta em si, se é uma oferta melhor ou o tipo da oferta, mas é quem vem na frente da oferta.


“O Senhor disse a Caim: ‘Por que você está furioso? Por que se transtornou o seu rosto? Se você fizer o bem, não será aceito?’ (Gen. 4:6) Caim poderia ter se arrependido nesse momento de intervenção divina e pedido perdão a Deus, mas ele premeditou a vingança.

Deus fala: “Mas, se não o fizer, saiba que o pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo’. Disse, porém, Caim a seu irmão Abel: ‘Vamos para o campo’. Quando estavam lá, Caim atacou seu irmão Abel e o matou. Então o Senhor perguntou a Caim: ‘Onde está seu irmão Abel?’ Respondeu ele: ‘Não sei; sou eu o responsável por meu irmão?’ Disse o Senhor: O que foi que você fez? Escute! Da terra o sangue do seu irmão está clamando. Agora amaldiçoado é você pela terra, que abriu a boca para receber da sua mão o sangue do seu irmão. Quando você cultivar a terra, esta não lhe dará mais da sua força. Você será um fugitivo errante pelo mundo”. (Gen. 4:7-12)


Deus coloca duas maldições aqui: a falta de prosperidade do cultivo da terra e ser um fugitivo e errante, ou seja, ele vai ser perseguido por invasores. Ele, com medo de morrer, pede a Deus que o livre da morte e Deus coloca um sinal com propósito de não deixar que ele morra. Por que Deus não aceitou a oferta de Caim? E o que que isso tem a ver com o nosso culto hoje?


1. O Culto era apenas um ritual.

Para Caim, era só entregar a oferta, ele não estava preocupado com o coração, se estava agrando a Deus, estava mais preocupado com regras religiosas, mas não estava interessado em ter uma atitude que fosse coerente com aquilo que Deus tinha para ele.

Jesus enfrentou isso no tempo dele, quando ele se dirigiu aos religiosos da época: “Este povo me honra com os lábios, mas o seu o coração está longe de mim” (Mat. 15:8). O ritual de culto, cantar, o declarar verdades espirituais para Deus, o que isso adianta se o coração está distante de Deus? É isso que Jesus está falando: “Em vão me adoram; seus ensinamentos não passam de regras ensinadas por homens” (Mat. 15:9).


O primeiro ponto é que Caim feriu o princípio de Deus: Que é muito mais importante uma vida de obediência do que o sacrifício, em 1ª Samuel 15:22 fala isso: “é melhor obedecer do que sacrificar”. Essa foi uma grande falha, e nós hoje podemos cometer algo semelhante: ir ao culto porque queremos ter uma experiência religiosa, mas, na verdade, o culto é muito mais do que isso, é uma experiencia pessoal. O nosso culto a Deus é todo dia, toda hora, desde quando acordamos até a hora de dormir. Desde que tenhamos domínio da nossa mente, estamos todo o tempo prestando culto a Deus.

2. Caim não tinha temor a Deus e queria seguir o próprio coração

Em Hebreus 11:44 fala que pela fé Abel ofereceu um sacrifício superior ao de Caim e foi reconhecido como justo quando Deus aprovou a sua oferta. Caim não praticava a justiça de Deus, a Bíblia diz em Judas 1:11a;19 “Ai deles! Pois seguiram o caminho de Caim; [...] Estes são os que causam divisões entre vocês, os quais seguem a tendência da sua própria alma e não têm o Espírito”


O sacrifício de Caim não foi aceito porque ele seguia o próprio coração e o coração do homem é enganoso, segue a tendência da sua própria alma. Não podemos seguir o nosso coração, precisamos fazer o que Deus ensina na palavra. Caim tinha um coração arrogante e sem temor a Deus, o que o levou a praticar coisas que desagradam a Deus, interrompendo o seu relacionamento com Ele.

A Bíblia diz em Salmos 103.13 “Como um pai tem compaixão de seus filhos, assim o Senhor tem compaixão dos que O temem. O temor a Deus gera compaixão, temor é obediência, ter um coração disposto a fazer aquilo que Deus ensina.


3. Caim praticava obras más.

A Bíblia fala em 1ªJoão 3:12 “Não sejamos como Caim, que pertencia ao Maligno e matou o próprio irmão. E por que o matou? Porque suas obras eram más, e as de seu irmão eram justas.” Será que temos obras na nossa vida que precisamos nos arrepender e mudar? Temos pecados escondidos? Estamos empurrando com a barriga, achando que Deus está aceitando o nosso culto? Como estão nossos relacionamentos com as pessoas?

Nós temos coisas para mudar, melhorar e a vida cristã é assim, uma sequência de crescimento, de maturidade, de mudança de vida. O problema de Caim, e às vezes acontece em nossa vida, de ficar com as obras más e os pecados escondidos, Deus fala que temos que no livrar deles, nos arrependermos porque isso atrapalha o nosso culto a Ele.


Deus ama relacionamentos! Se queremos saber como está nossa vida com Deus, basta ver como está o relacionamento com pessoas, Deus diz em 1ªJoão 4:19: “se você não consegue amar seu irmão a quem vê como vai conseguir me amar?”. Muitas vezes, condiciona a nossa oferta ao relacionamento, a Bíblia diz em Mateus 5:24 “Deixe a sua oferta diante do altar e vá reconciliar-se primeiro com seu irmão, depois volte e apresente a sua oferta.” Deus nos ensina que que para Ele é mais importante relacionamento com pessoas, o seu coração, do que sua oferta.

A Bíblia diz em Hebreus 11:1 “[...] rogo pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês.” O Culto é uma expressão de amor a Deus, nosso culto é o nosso estilo de vida, no dia a dia, seja como ou onde estivermos, precisa ser um culto racional, um culto coerente, santo e agradável a Deus!


Pastor: Jefferson Borges

A Nova Igreja Batista (NIB) do Paraná em Cascavel é uma igreja  para toda a família, que acredita na alegria de ser cristão e no prazer de compartilhar essa alegria com outras pessoas, para que recebam a Palavra de Deus, amor e salvação em Cristo. 

SOBRE NÓS

Dízimos e Ofertas

Banco do Brasil

Ag. 4693-0  |  Conta 12508-3

Sicoob

Ag. 4370-2  |  Conta 26490-3

Cnpj: 08.683.688/0001-63

(45) 3035-4190 / 99935-2261 (VIVO)

Rua Carlos de Carvalho, 3289  

Centro (Esquina com Rua Santa Catarina) - CEP 85801-130

Cascavel – Paraná – Brasil

nibpr@hotmail.com

  • Grey Facebook Icon
  • Cinza ícone do YouTube

© 2018 por Nova Igreja Batista do Paraná.